Curso Básico de Discipulado Cristão 10

Curso Básico de Discipulado Cristão

10 – Testemunho: compartilhar o evangelho

Introdução

Quem desfruta as bênçãos de uma nova vida em Cristo acha muito natural falar da sua experiência de salvação por sua fé em Jesus. Falar do encontro com Jesus, porém, é mais do que um simples prazer; é uma responsabilidade que todos os filhos de Deus agora têm. Muitas pessoas acham-se incapazes de falar da Bíblia e do Senhor Jesus.

Se você é uma dessas pessoas, anime-se, pois esta Lição irá ajudá-lo a ser uma fiel testemunha de Cristo. O próprio Deus nos fornece o equipamento necessário para que tenhamos êxito em falar do nosso Salvador e Senhor. Ele nos ensina e nos capacita para a missão de testemunhar o Evangelho do Senhor Jesus.

I – Compartilhar o Evangelho é Mandamento do Senhor Jesus

Leia as passagens citadas e responda as perguntas, de preferência, com as suas próprias palavras. Qual é o plano de Jesus para que o mundo conheça as Boas Novas do Evangelho?

“Portanto, vão a todos os povos do mundo e façam com que sejam meus seguidores, batizando esses seguidores em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo e ensinando-os a obedecer a tudo o que tenho ordenado a vocês. E lembrem disto: Eu estou com vocês todos os dias, até o fim dos tempos”(Mateus 28.19,20).

“Então ele disse: Vão pelo mundo inteiro e anunciem o evangelho a todas as pessoas”(Marcos 16.15).

“Porém, quando o Espírito Santo descer sobre vocês, vocês receberão poder e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria e até nos lugares mais distantes da terra”(Atos 1.8).

II – Quem deve testemunhar a quem

1. Quem tem a responsabilidade de falar de Jesus Cristo aos outros?

“Os onze discípulos foram para a Galiléia e chegaram ao monte que Jesus tinha indicado. Então Jesus chegou perto deles e disse: Deus me deu todo o poder no céu e na terra. Portanto, vão a todos os povos do mundo e façam com que sejam meus seguidores, batizando esses seguidores em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo“(Mateus 28.16,18,19).

“Por último Jesus apareceu aos onze discípulos enquanto eles estavam à mesa, comendo. Ele os repreendeu por não terem fé e por teimarem em não acreditar no que haviam contado os que o tinham visto ressuscitado. Então ele disse: Vão pelo mundo inteiro e anunciem o evangelho a todas as pessoas”(Marcos 16.14,15).

“E Saulo aprovou a morte de Estêvão. Naquele mesmo dia a igreja de Jerusalém começou a sofrer uma grande perseguição. E todos os cristãos, menos os apóstolos, foram espalhados pelas regiões da Judéia e da Samaria. Aqueles que tinham sido espalhados anunciavam o evangelho por toda parte”(Atos 8.1,4).

“As Escrituras Sagradas dizem: “Eu cri e por isso falei.” Pois assim nós, que temos a mesma fé em Deus, também falamos porque cremos”(2 Coríntios 4.13).

“Portanto, estamos aqui falando em nome de Cristo, como se o próprio Deus estivesse pedindo por meio de nós. Em nome de Cristo nós pedimos a vocês que deixem que Deus os transforme de inimigos em amigos dele”(2 Coríntios 5.20).

2. A quem devemos falar do Evangelho?

“Mas Jesus não deixou e disse: Volte para casa e conte aos seus parentes o que o Senhor lhe fez e como ele foi bom para você”(Marcos 5.19).

“A primeira coisa que André fez foi procurar o seu irmão Simão e dizer a ele: Achamos o Messias. (“Messias” quer dizer “Cristo”.) Então André levou o seu irmão a Jesus. Jesus olhou para Simão e disse: Você é Simão, filho de João, mas de agora em diante o seu nome será Cefas. {“Cefas” é o mesmo que “Pedro” e quer dizer “pedra”}(João 1.41,42).

“Muitos samaritanos daquela cidade creram em Jesus porque a mulher tinha dito: “Ele me disse tudo o que eu tenho feito”(João 4.39).

“Então marcaram um dia com Paulo. Nesse dia, muitos deles foram ao lugar onde Paulo estava. Desde a manhã até a noite ele lhes anunciou e explicou a mensagem sobre o Reino de Deus. E, por meio da Lei de Moisés e dos livros dos Profetas, procurou convencê-los a respeito de Jesus. Durante dois anos Paulo morou ali numa casa alugada e recebia todos os que iam vê-lo. Ele anunciava o Reino de Deus e ensinava a respeito do Senhor Jesus Cristo, falando com toda a coragem e liberdade”(Atos 28.23, 30, 31).

III- Como compartilhar o Evangelho

1. Escreva algumas razões pelas quais, muitas vezes, não falamos de Jesus aos outros:

“É perigoso ter medo dos outros, mas confiar no Deus Eterno dá segurança”(Provérbios 29.25).

“No entanto, muitos líderes judeus creram em Jesus, mas não falavam publicamente a favor dele para que os fariseus não os expulsassem da sinagoga. Eles gostavam mais de ser elogiados pelas pessoas do que de ser elogiados por Deus”(João 12.42,43).

“Pois não podemos deixar de falar daquilo que temos visto e ouvido”(Atos 4.20).

“Eu não me envergonho do evangelho, pois ele é o poder de Deus para salvar todos os que crêem, primeiro os judeus e também os não-judeus”(Romanos 1.16).

“Portanto, não se envergonhe de dar o seu testemunho a favor do nosso Senhor, nem se envergonhe de mim, que estou na cadeia porque sou servo dele. Pelo contrário, com a força que vem de Deus, esteja pronto para sofrer comigo por amor ao evangelho”(2 Timóteo 1.8).

2. Escreva algumas maneiras pelas quais você pode falar do Evangelho com mais desembaraço e eficiência:

“Eu sou a videira, e vocês são os ramos. Quem está unido comigo e eu com ele, esse dá muito fruto porque sem mim vocês não podem fazer nada”(João 15.5).

“Os membros do Conselho Superior ficaram admirados com a coragem de Pedro e de João, pois sabiam que eram homens simples e sem instrução. E reconheceram que eles tinham sido companheiros de Jesus”(Atos 4.13).

“Eu não me envergonho do evangelho, pois ele é o poder de Deus para salvar todos os que crêem, primeiro os judeus e também os não-judeus”(Romanos 1.16).

“Portanto, não se envergonhe de dar o seu testemunho a favor do nosso Senhor, nem se envergonhe de mim, que estou na cadeia porque sou servo dele. Pelo contrário, com a força que vem de Deus, esteja pronto para sofrer comigo por amor ao evangelho”(2 Timóteo 1.8).

3. Qual deve ser o tema principal na apresentação do Evangelho?

“Eu passei para vocês o ensinamento que recebi e que é da mais alta importância: Cristo morreu pelos nossos pecados, como está escrito nas Escrituras Sagradas; ele foi sepultado e ressuscitou no terceiro dia, como está escrito nas Escrituras”(1 Coríntios 15.3,4).

4. Descreva os elementos importantes na apresentação do Evangelho nos textos abaixo:

“Todos pecaram e estão afastados da presença gloriosa de Deus”(Romanos 3.23).

“Será que vocês não sabem que o povo de Deus julgará o mundo? Então, se vocês vão julgar o mundo, será que não são capazes de julgar essas coisas pequenas? Por acaso vocês não sabem que nós julgaremos até mesmo os anjos? Muito mais, então, devemos julgar as coisas desta vida!”(1 Coríntios 6.2-3).

“Cada pessoa tem de morrer uma vez só e depois ser julgada por Deus.”(Hebreus 9.27).

“Mas Deus nos mostrou o quanto nos ama: Cristo morreu por nós quando ainda vivíamos no pecado”(Romanos 5.8).

“Pois pela graça de Deus vocês são salvos por meio da fé. Isso não vem de vocês, mas é um presente dado por Deus. A salvação não é o resultado dos esforços de vocês; portanto, ninguém pode se orgulhar de tê-la”(Efésios 2.8,9).

“Porém alguns creram nele e o receberam, e a estes ele deu o direito de se tornarem filhos de Deus”(João 1.12).

Conclusão

1. E dever de cada cristão testemunhar o Evangelho de Cristo a outras pessoas. Como isso deve ser feito?

“Depois disso, o anjo mandou que eu entregasse a Zorobabel a seguinte mensagem do Deus Eterno: Não será por meio de um poderoso exército nem pela sua própria força que você fará o que tem de fazer, mas pelo poder do meu Espírito. Sou eu, o Deus Todo-Poderoso, quem está falando”(Zacarias 4.6).

“O meu ensino e a minha mensagem não foram dados com a linguagem da sabedoria humana, mas com provas firmes do poder do Espírito de Deus”(1 Coríntios 2.4).

“Pois temos anunciado o evangelho a vocês não somente com palavras, mas também com poder, com o Espírito Santo e com a certeza de que esta mensagem é a verdade. Vocês sabem de que maneira nos comportamos no meio de vocês, para o próprio bem de vocês”(1 Tessalonicenses 1.5).

2. A que coisas a Palavra de Deus é comparada para agir no coração humano e o que faz?

“A chuva e a neve caem do céu e não voltam até que tenham regado a terra, fazendo as plantas brotarem, crescerem e produzirem sementes para serem plantadas e darem alimento para as pessoas. Assim também a ordem que eu dou não volta sem ter feito o que eu quero; ela cumpre tudo o que eu mando”(Isaías 55.10,11).

“Portanto, a fé vem por ouvir a mensagem, e a mensagem vem por meio da pregação a respeito de Cristo”(Romanos 10.17).

“Pois a palavra de Deus é viva e poderosa e corta mais do que qualquer espada afiada dos dois lados. Ela vai até o lugar mais fundo da alma e do espírito, vai até o íntimo das pessoas e julga os desejos e pensamentos do coração delas”(Hebreus 4.12).

 Oração

“Senhor, Jesus, eu quero ser tua testemunha, Quero anunciar o que Tu fizeste por mim e que podes fazer tia vida daqueles que crêem em Ti. Ajuda-me com Teu Espirito Santo Amem.

Versículo para decorar

“Ide por todo mundo e pregai o Evangelho a toda criatura”(Marcos 16.15).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s