40 dias de jejum e oração a favor das famílias

Devocional Dia 20

Tema: A Família Inabalável

 

A importância de ter um controle financeiro

É muito importante elaborar o orçamento doméstico. Marido e mulher devem fazer um planejamento conjunto sobre como deverão administrar as finanças.

Basta relacionar entradas e saídas. Se houver mais saídas que entradas, você precisa tomar cuidado para não perder o controle.

Aqui estão alguns princípios que ajudarão você e sua família a ter as finanças sob controle.

  1. Separe o dízimo e as ofertas para Deus.

Em primeiro lugar, devemos separar nossos dízimos e ofertas. Deus exige de nós as primícias, o que significa que as primeiras coisas são para Ele. Se realmente Ele é o primeiro em nossas vidas, isto deverá ser comprovado em nossas finanças.

Veja o que Deus diz sobre dízimos e ofertas:

Malaquias 3:8-10.

  1. Pode um homem roubar de Deus? Contudo vocês estão me roubando. E ainda perguntam: Como é que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas.
  2. Vocês estão debaixo de grande maldição porque estão me roubando; a nação toda está me roubando.

10 Tragam o dízimo todo ao depósito do templo, para que haja alimento em minha casa. Ponham-me à prova, diz o Senhor dos Exércitos, e vejam se não vou abrir as comportas dos céus e derramar sobre vocês tantas bênçãos que nem terão onde guardá-las.

Deus é fiel e exige de nós fidelidade. Quando separamos nas nossas finanças em primeiro lugar o dízimo e as ofertas, experimentamos a fidelidade de Deus suprindo as nossas necessidades. Além disso, a nossa contribuição para o Reino de Deus é uma demonstração de que o aceitamos como Senhor de nossas vidas, entendendo que tudo pertence a Ele e somos seus colaboradores para o avanço do seu Reino aqui na terra. Quando agimos assim, vamos testemunhar das bênçãos e da fidelidade de Deus, como resultado da nossa fidelidade a Ele.

  1. Anote as outras prioridades.

 

Na elaboração do seu orçamento, coloque depois dos dízimos e ofertas aquilo que é básico para a vida da sua família: Aluguel ou prestação da casa, alimentação, taxa de condomínio, água e luz, escola, material escolar, e demais despesas em ordem de prioridade.

Para as demais compras, é muito importante avaliar seu orçamento com os princípios da Palavra de Deus, para não ceder às pressões do sistema do mundo.

Nessa hora é sempre bom perguntar: Realmente precisamos disso que estamos comprando? E responder sem emoções.

  1. Não se envolva em dívidas.

 

O rico domina sobre o pobre; quem toma emprestado é escravo de quem empresta (Provérbios 22.7)

Aqui está outra influência do sistema deste mundo: as dívidas. Muito cuidado, porque o sistema financeiro quer nos enlaçar com suas ofertas.  O texto afirma que quem toma emprestado é escravo de quem empresta.

  1. Não seja fiador.

 

O livro de Provérbios está repleto de orientações sobre o perigo de se tornar fiador de alguém. Devemos acatar as orientações da palavra de Deus a nosso favor.

Vejamos alguns dos textos sobre tornar-se fiador:

Meu filho, se você serviu de fiador do seu próximo, se, com um aperto de mãos, empenhou-se por um estranho e caiu na armadilha das palavras que você mesmo disse, está prisioneiro do que falou. Então, meu filho, uma vez que você caiu nas mãos do seu próximo, vá e humilhe-se; insista, incomode o seu próximo! Não se entregue ao sono, não procure descansar. Livre-se como a gazela se livra do caçador, como a ave do laço que a pode prender (Provérbios 6:1-5).

Quem serve de fiador certamente sofrerá, mas quem se nega a fazê-lo está seguro (Provérbios 11:15).

Não seja como aqueles que, com um aperto de mãos, empenham-se com outros e se tornam fiadores de dívidas; se você não tem como pagá-las, por que correr o risco de perder até a cama em que dorme? (Provérbios 22:26-27).

Ser fiador de alguém é assumir o compromisso de que se a pessoa não pagar a dívida, você é obrigado a pagá-la, e pior é que pode perder seu patrimônio se você também não conseguir pagar.

Habitualmente quando alguém assume esse compromisso, o faz na suposição de que tudo correrá normalmente na vida da pessoa, mas nenhuma pessoa tem garantia do seu futuro. Pode acontecer algo como enfermidades, desemprego, ou alguma outra coisa, onde a pessoa não tenha condições de honrar o seu compromisso e no final, o fiador será o responsável pela dívida.

Para não comprometer o orçamento da sua família, e para seu coração ficar em paz, tome cuidado também nessa questão.

Ore por você:

  1. Para que o Reino de Deus seja prioridade em sua vida.
  2. Para que Deus lhe conceda sabedoria para administrar suas finanças.
  3. Para que você possa honrar ao Senhor no uso do seu dinheiro, talentos e bens.
  4. Ore por sua família.
  5. Acrescente aqui seus pedidos pessoais…

Ore pela Igreja:

  1. Ore pela Igreja Batista Independente de Passo Fundo.
  2. Ore para que os irmãos sejam fiéis a Deus, e que a prosperidade seja o fruto dessa vida de fidelidade a Deus.
  3. Ore pelos pastores e igrejas no estado do Ceará.

Versículos para memorizar:

 

“Honre ao SENHOR com todos os seus recursos” (Provérbios 3.9).

IGREJA BATISTA INDEPENDENTE

Passo Fundo – RS

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s