Sempre haverá esperança (Lucas 7.11-16)

sempre havera esperançaIntrodução: Naim estava de luto, pois a cidade estava conduzindo o filho de uma viúva, e grande era a tristeza e o desespero desta mulher. Talvez não restasse mais nada para dar sentido a vida desta viúva, e seu coração estava aflito e necessitado, ao ver seu filho dentro do esquife. O cortejo fúnebre contava com uma multidão de pessoas, e Jesus no meio de tanta gente, enxerga esta mulher, que com certeza precisava e muito de um milagre. Agora, gostaria de fazer algumas considerações sobre esta passagem:

1-Porta da cidade

Jesus esta a porta do teu coração, batendo, e desejando entrar em sua vida e fazer parte dela. Assim como Jesus entrou na vida desta viúva, fazendo um milagre e restituindo o seu filho novamente em seus braços, ele deseja entrar em sua vida.

2-Enterro

Devemos enterrar tudo o que não presta em nossas vidas. Enterrar todos os sentimentos ruins, que geram amargura e ressentimento. Enterrar toda a preocupação, o medo, os temores.

E desenterrar os dons, os talentos, a comunhão com Deus, os devocionais diários, o tempo de oração, a meditação na palavra.

3-Não chores

Somente Jesus pode dizer para você não chorar, pois Ele quer enxugar todas as tuas lágrimas.

Somente Jesus tem o poder de consolar um coração aflito e necessitado.

O choro pode durar uma noite inteira, mas a alegria vem pela manhã.

4-Tocou o esquife

Jesus não tocou no defunto, no menino morto, no corpo, mas no caixão.

Jesus é poderoso para curar, ressuscitar, reestabelecer, reestruturar, trazer a tona novamente.

A mulher com o fluxo de sangue também não tocou em Jesus, mas somente na orla da sua veste, e foi curada. A fé remove montanhas, e através dela, milagres acontecem, como a ressurreição deste jovem.

5-Parando os que o conduziam

A autoridade de Jesus é algo grandioso e inquestionável, pois aquelas pessoas que conduziam o esquife não tinham mais o que fazer, a tarefa delas de conduzirem o caixão acaba ali, pois não havia mais sentido, o menino estava prestes a reviver novamente. Eles param quando Jesus toca no esquife. Eles parecem que previam algo grandioso prestes a acontecer.

6-Estivera morto

O milagre acontece, o inesperado, o improvável, o impossível acontece. O menino se senta no esquife para surpresa e admiração de todos, e para a alegria da sua mãe, que tem o seu filho novamente em seus braços.

7-Deus visitou o seu povo

Quando Deus entra em uma vida, há mudanças, quando Deus visita alguém, esta pessoa nunca mais será a mesma. Quando uma pessoa tem um encontro real e verdadeiro com Deus, ela nunca mais será a mesma. Quando encontramos Jesus, somos marcados para sempre. O maior e melhor milagre acontece quando as escamas caem dos nossos olhos, e passamos a enxergar o mundo espiritual, e entender que somos peregrinos e forasteiros neste mundo, e que estamos de passagem, ruma a Jerusalém celestial.

Conclusão: assim como esta viúva teve restabelecida a vida do seu filho, Deus quer restabelecer aquilo que se perdeu em nossas vidas. Devemos ressuscitar os sonhos que enterramos, e enterrar as mágoas do passado. Devemos clamar para Jesus tocar o esquife da nossa vida, para podermos levantar e andar de cabeça erguida, ruma aos sonhos e propósitos que Ele tem para cada um de nós.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s