Coragem x Medo

O cristão não pode ser alguém dividido, não pode ser alguém que não tem integridade. Isso é incompatível com o Evangelho. Existem elementos do caráter que são muito importantes. Um deles é a coragem.

“ 9Houve, pois, grande vozearia. E, levantando-se alguns escribas da parte dos fariseus, contendiam, dizendo: Não achamos neste homem mal algum; e será que algum espírito ou anjo lhe tenha falado? 10 Tomando vulto a celeuma, temendo o comandante que fosse Paulo espedaçado por eles, mandou descer a guarda para que o retirassem dali e o levassem para a fortaleza. 11 Na noite seguinte, o Senhor, pondo-se ao lado dele, disse: Coragem! Pois do modo por que deste testemunho a meu respeito em Jerusalém, assim importa que também o faças em Roma. 12 Quando amanheceu, os judeus se reuniram e, sob anátema, juraram que não haviam de comer, nem beber, enquanto não matassem Paulo. 13 Eram mais de quarenta os que entraram nesta conspirata. 14 Estes, indo ter com os principais sacerdotes e os anciãos, disseram: Juramos, sob pena de anátema, não comer coisa alguma, enquanto não matarmos Paulo. 15 Agora, pois, notificai ao comandante, juntamente com o Sinédrio, que vo-lo apresente como se estivésseis para investigar mais acuradamente a sua causa; e nós, antes que ele chegue, estaremos prontos para assassiná-lo.” (Atos 23:9-15)

Veja em que situação Paulo se encontrava. Se você ler alguns versículos anteriores o apóstolo já havia enfrentado uma situação muito difícil, mas mesmo diante de uma multidão de pessoas que objetivavam matá-lo, ele apresentou o evangelho. Ele teve a coragem pública de apresentar a mensagem do Evangelho. Mas para ser um apóstolo Paulo precisava ser alguém de muita coragem, pública e também privada. Precisava de uma coragem particular, de quando ninguém estava vendo. Observando o texto podemos notar que de fato ele era corajoso para enfrentar situações adversas e ir em frente. Vemos ainda que privadamente a palavra do Senhor era seu estímulo para uma vida de coragem. A Palavra deve sempre ser nosso estímulo (v.11). Nesta passagem temos também uma de conspiração contra Paulo. Mais de quarenta homens fazem um voto para eliminá-lo. Os judeus naqueles dias consideravam o assassinato justificável sob determinadas circunstâncias. O voto que fizeram era mais ou menos assim: “Que Deus me amaldiçoe se eu falhar neste intento.” Além disso, como estímulo, decidiram não comer e nem beber até que consumassem seu nefasto plano (v.14). Paulo precisava de coragem para enfrentar a situação e ao mesmo tempo para não cair em desespero, e pelo contrário usar suas faculdades mentais para encontrar uma solução. Ele não disse “que o Senhor me proteja” e pronto. Não! Ele usou a cabeça corajosamente para enfrentar a situação. E quanto a você? Sabe, existem coisas que emperram em nossas vidas simplesmente porque não temos coragem, simplesmente porque lá no fundo de nossos corações somos medrosos. Temos medo de tentar, temos medo das mudanças temos medo de tudo e de todos. Há pessoas que se acomodam na mediocridade porque têm medo. Há pessoas que deixam seu casamento dissolver por não terem coragem de enfrentar os problemas. Há pessoas que, com medo de confrontarem o filho que está se envolvendo com drogas, simplesmente fingem não ver.

Coragem!

Se você assumir aquilo que o Evangelho nos ensina a respeito disso, isso revolucionará sua vida. Li a história de um rapaz que tinha tudo para ser um brilhante jogador de futebol americano: físico, agilidade etc… Só não tinha uma coisa: coragem. Conforme as palavras do seu técnico, ele caía antes de ser atingido. Você é assim? Será que nós agimos assim? Caímos antes mesmo de sermos atingidos? Será que tem nos faltado coragem? O que você precisa melhorar na sua vida? Seja qual for a área, se você não tomar posse do que diz o texto sagrado você será incapaz:

“Porque Deus não nos tem dado um espírito de covardia, mas de poder, de amor e de moderação.” (2 Timóteo 1:7)

Em quem você confia? Imagine uma moça que com medo de que não apareça um outro candidato a marido case-se com um incrédulo. Ou medo da língua do povo faz com que não compartilhemos Cristo com outros. Como você age? O que guia sua vida? Será que você está petrificado de medo por circunstâncias desconhecidas? Vá em frente… hoje, levante-se com coragem e diga: “Deus, eu confio em ti e na Sua força; sob o Seu poder vou resolver essa situação”. Entenda, não estamos falando de medo como uma emoção, não há nenhum problema com isso. Nós estamos falando daquele medo que nos enfraquece, tira nossa confiança em Deus e, conseqüentemente, nos leva a decisões erradas na vida. Todas as vezes que o medo passa a fazer isso conosco, precisamos lembrar da palavra do apóstolo: “Porque Deus não nos tem dado um espírito de covardia, mas de poder, de amor e de moderação.”

fonte: Devocional Família Projeto de Deus (Verdade Bíblica)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s