O SERMÃO DO MONTE (Mateus capítulos 5, 6 e 7)

INTRODUÇÃO: Jesus começa este que é talvez o sermão mais famoso e importante que alguém possa ter proferido na face da terra, pois trata-se do próprio Deus Filho falando ao homem, aqui na terra, e começa com as bem aventuranças:

Mateus 5.3 “Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus”.

Humildes de espírito, que reconhecem que precisam de Deus e de Jesus.

Mateus 5.4 “Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados”.

Que se arrependem dos seus pecados, arrependimento este verdadeiro, que gera mudança de atitude, e não remorso ou desespero.

Mateus 5.5 “Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra”.

Que são submissos e humildes diante de Deus.

Mateus 5.6 “Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão fartos”.

Deus é a nossa justiça, os que tem fome e sede de justiça, esperam a justiça do céu, que é perfeita.

Mateus 5.7 “Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia”.

Que se compadecem com o sofrimento do próximo, que são movidos por compaixão.

Mateus 5.8 “Bem-aventurados os limpos de coração, porque verão a Deus”.

Os puros, que buscam estar com suas vidas longe do pecado, sempre lavados e remidos no sangue de Jesus.

Mateus 5.9 “Bem-aventurados os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus”.

Que promovem a paz, que não geram contendas e intrigas através da fofoca.

Que são apaziguadores, que não fazem contendas nem intrigas, mas procuram ser um canal de paz diante dos conflitos dos relacionamentos familiares, no trabalho, na igreja, na escola.

Mateus 5.10 “Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus”.

Deus é a nossa justiça.

Jesus continua o seu sermão dizendo que temos que ser SAL e LUZ nesta terra.

O QUE O SERMÃO DO MONTE NOS ENSINA?


1-PUREZA (santidade)

Mateus 5.28 “Eu, porém, vos digo: qualquer que olhar para uma mulher com intenção impura, no coração, já adulterou com ela”.

Os homens precisam cuidar o que veem, seja na rua, na televisão, na internet, precisam cuidar para não ficar cobiçando as mulheres que não são suas, pois hoje existe um apelo muito grande em torno do corpo das mulheres, onde numa simples propaganda de carro, de cerveja, de havaianas, ou qualquer outro tipo de propaganda, o foco está em mostrar o corpo seminu das mulheres, e o homem é estimulado em muito pelo que ele ve. Por isso nós homens, precisamos cuidar e vigiar os nossos olhos, e não brincar com coisa séria.

Já as mulheres cristãs precisam cuidar o que vestem, para não estarem estimulando a imaginação dos homens ao usarem roupas muito coladas ao corpo.

2-PALAVRA

Mateus 5.37 “Seja, porém, a tua palavra: Sim, sim; não, não. O que disto passar vem do maligno”.

As pessoas precisam poder confiar em nós, e precisamos ser homens e mulheres de palavra. Muitos que se dizem cristãos, estão devendo no comércio, devendo para irmãos na fé, e vivendo uma vida enrolada financeiramente. Precisamos ter palavra, honrarmos nossos compromissos. Precisamos inspirar confiança nas pessoas. Elas precisam ver em nós homens e mulheres com boa reputação, idôneos, e que honram com seus compromissos, sejam eles quais forem.

3-AMOR

Mateus 5.39 “Eu, porém, vos digo: não resistais ao perverso; mas, a qualquer que te ferir na face direita, volta-lhe também a outra”.

Mateus 5.40 “e, ao que quer demandar contigo e tirar-te a túnica, deixa-lhe também a capa”.

Mateus 5.41 “Se alguém te obrigar a andar uma milha, vai com ele duas”.

Mateus 5.42 “Dá a quem te pede e não voltes as costas ao que deseja que lhe emprestes”.

Mateus 5.43 “Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo”.

Mateus 5.44 “Eu, porém, vos digo: amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem”.

Mateus 5.45 “para que vos torneis filhos do vosso Pai celeste, porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons e vir chuvas sobre justos e injustos”.

Mateus 5.46 “Porque, se amardes os que vos amam, que recompensa tendes? Não fazem os publicanos também o mesmo?”.

Precisamos amar as pessoas que convivem com a gente, indistintamente, e orar para o bem daqueles que nos perseguem e querem o nosso mal.

4-ORAÇÃO

Mateus 6.6 “Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto e, fechada a porta, orarás a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará”.

A oração deve ser uma rotina em nossas vidas, assim como fazemos tantas coisas como escovar os dentes, comer, dormir, tomar banho, ir trabalhar, ir na igreja, a oração deve ser algo que faça parte do nosso dia a dia. Precisamos parar, fechar a porta do nosso quarto, e nos concentrar em Deus, estar em comunhão com Ele. Deus conhece o nosso coração, mas ele quer que venhamos expressar aquilo que se encontra no nosso íntimo.

5-PERDÃO

Mateus 6.12 “e perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós temos perdoado aos nossos devedores”.

Mateus 6.14 “Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celeste vos perdoará”.

Precisamos perdoar aqueles que nos magoam, e pedir perdão aqueles que viermos a ofender por algum motivo. Deixar de perdoar alguém é como estar comendo veneno e querer que a outra pessoa morra.

6-JEJUM

Mateus 6.17 “Tu, porém, quando jejuares, unge a cabeça e lava o rosto”.

O jejum não é para parecermos espirituais, mas sim para enfraquecermos a nossa carne, que se sujeitará ao nosso espírito.

7-DINHEIRO, RIQUEZAS E BENS MATERIAIS

Mateus 6.21 “porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração”.

Mateus 6.24 “Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de aborrecer-se de um e amar ao outro, ou se devotará a um e desprezará ao outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas”.

Tudo o que temos aqui na terra é passageiro, transitório, por isso não podemos nos apegar às coisas materiais, mas sim nas espirituais, que são eternas.

8-JULGAMENTO

Mateus 7.1 “Não julgueis, para que não sejais julgados”.

Mateus 7.2 “Pois, com o critério com que julgardes, sereis julgados; e, com a medida com que tiverdes medido, vos medirão também”.

Temos o triste hábito de julgar os outros, e muitas vezes pré julgamos as pessoas pela forma como estão vestidas, ou por terem um cabelo diferente, ou algum adereço estranho. Mas o fato de julgarmos alguém, mesmo que este tenha cometido um erro grave, um pecado escandaloso, é algo que desagrada o coração de Deus, e seremos cobrados na medida que julgarmos os outros.

CONCLUSÃO:

As duas estradas

Mateus 7.13 “Entrai pela porta estreita (larga é a porta, e espaçoso, o caminho que conduz para a perdição, e são muitos os que entram por ela)”.

Mateus 7.14 “porque estreita é a porta, e apertado o caminho que conduz para a vida, e são poucos os que acertam com ela”.

Os dois fundamentos

Mateus 7.24 “Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha”.

Mateus 7.25 “e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, porque fora edificada sobre a rocha”.

Mateus 7.26 “E todo aquele que ouve estas minhas palavras e não as pratica será comparado a um homem insensato que edificou a sua casa sobre a areia”.

Mateus 7.27 “e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, e ela desabou, sendo grande a sua ruína”.

Anúncios

Um comentário sobre “O SERMÃO DO MONTE (Mateus capítulos 5, 6 e 7)

  1. Parabens… Muito lindo o trabalho de vocês jovens!!!
    Continuem assim fazendo a obra de Deus. Muitas vidas estão sendo tocadas atraves destas palavras.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s