Transplante

Comunicado: no maior hospital do país ocorreu hoje a mais bem sucedida cirurgia para transplante de coração da história. O paciente, desenganado clinicamente só tinha como opção o transplante, mas não havia no mundo doador que fosse compatível, condenando o paciente à morte. Quando ninguém mais acreditava na sua recuperação apareceu um doador, único doador compatível, o filho único do cirurgião especialista neste tipo de transplante. O transplante, como já foi dito, foi um sucesso e o paciente, antes condenado à morte, agora tem nova vida. O bisturi, todo orgulhoso, não conseguia conter a felicidade, declarando a todos quanto pôde todas as etapas da ótima obra que realizou. O paciente, recuperado, reconheceu que deve a nova vida ao doador do coração e também afirmou que seguirá todas as recomendações do especialista que realizou a cirurgia.”

Todos os dias ocorrem transplantes como esse pelo mundo todo. Os pacientes desenganados clinicamente são todos aqueles que ainda não conhecem o evangelho e alguns que conhecem mas não o vivem. O único doador compatível é Jesus Cristo, que deus Sua vida no lugar da nossa, para que fossemos justificados. Ele nos ama tanto que preferiu morrer em nosso lugar a viver longe de nós. Ele tomou para si TODOS os nosso pecados para que fossemos justificados por meio de sua morte e ressurreição. Não foi tarefa fácil, viver como homem sendo Filho único de Deus; ser injuriado, difamado, traído, condenado e morto da mesma maneira que os piores bandidos eram mortos, mesmo sendo inocente. O especialista que realizou a cirurgia é Deus, o Senhor todo-poderoso, por meio do Seu Espírito Santo. Tudo o que precisamos fazer, então, é aceitar Jesus Cristo como nosso Salvador, aquele que trocou nosso coração desenganado pelo pecado, condenado á morte, pelo Seu, um coração saudável e justo.

Mas há algo estranho no comunicado. Não sei se você percebeu, mas o bisturi alegrou-se orgulhoso pela obra que realizou. Como assim o bisturi realizou a obra? Ele não é apenas o instrumento utilizado pelo cirurgião? O cirurgião deu seu filho, o filho deu sua vida para que o paciente vivesse e o bisturi recebeu a glória pela cirurgia. Injusto isso não?

Infelizmente isso acontece frequentemente com as pessoas quando são usadas por Deus para alguma obra: aceitam o mérito pelo realizado e em alguns casos, orgulham-se disso. Não é o homem que realiza a obra, mas sim Deus; somos apenas os instrumentos utilizados por Ele. Se Deus não tivesse dado o Seu Filho e se o Filho não tivesse dado Sua vida, o instrumento não teria serventia alguma.

Portanto lembre-se quando for usado por Deus para algo: somos apenas o bisturi.

“Ora, há diversidade de dons, mas o Espírito é o mesmo. E há diversidade de ministérios, mas o Senhor é o mesmo. E há diversidade de operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos.” (1 Coríntios 12: 4-6)

Deus abençoe a todos!

Anúncios

2 comentários sobre “Transplante

  1. Palavra LINDA essa …
    Somos apenas instrumentos de Deus, mas muitas vezes queremos a gloria pra nós quando na verdade deviamos agradecer a Deus por ter nos escolhido.
    O amor de Deus é tão lindo, iinexplicável…
    Só agradeço a ele por me amar e ter me escolhidoo…

    Ótima palavra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s