Depois da páscoa

Agora que o feriadão de páscoa passou, que a festa terminou, que os presentes já foram dados e recebidos e que os chocolates já terminaram, ou estão terminando, que sentimento ainda permanece? Nenhum?

Se você sente que a páscoa terminou e tudo voltou ao normal, inclusive aquele vazio dentro do peito, aquele mesmo que parecia ter ido embora com a proximidade da páscoa, isso significa que você está comemorando a páscoa de maneira errada.

Paremos para refletir sobre o seu real significado da páscoa:

Muito antes dos ovos de chocolate, ou da troca de presentes, ou do coelho, os judeus comemoravam e ainda comemoram na páscoa a passagem pelo Mar Vermelho, quando Deus os libertou da escravidão a que estavam submetidos na terra do Egito.

Para os cristãos a páscoa também significa libertação da escravidão, só que de uma maneira diferente; significa a libertação da escravização do homem pelo pecado.

O mundo, ou melhor, o príncipe deste mundo, deturpou muitos valores e significados, entre eles o significado da páscoa, cujo real significado é a ressurreição de Jesus Cristo, o Filho de Deus, e não uma festa pagã em honra aos “deuses” bárbaros da fertilidade e do renascimento, que é o que o coelho e os ovos representam.

A páscoa é, ou deveria ser, uma festa comemorativa em honra à ressurreição de Jesus Cristo, porque é por meio da morte e ressurreição de Cristo que temos a possibilidade de nos reconciliarmos com Deus.

O sacrifício de Cristo não foi para mostrar ao mundo que é possível viver sem errar, e mesmo inocente, aceitar a condenação. O Seu sacrifício foi para que possamos ter mais uma vez a oportunidade de estarmos com Deus. Sendo o Filho Unigênito de Deus, Jesus se fez carne, habitou entre nós (João 1:14), passou pelas mesmas dificuldades que passamos, afinal, Ele era homem também. O único poder divino que utilizou foi o de perdoar os pecados, os demais milagres foram realizados pelo poder do Espírito Santo de Deus, por meio de Jesus.

Jesus – O Nome sobre todo o nome, por amor e obediência ao Pai, aceitou ser humilhado, rejeitado, traído, maltratado, para que possamos mais uma vez ter parte com Deus, assim como era no princípio, no Éden.

Jesus morreu na cruz, mas não está mais crucificado nela, porque Ele venceu a morte, ressuscitou ao terceiro dia e está vivo. Por isso, por meio dEle, quando O aceitamos como nosso único e suficiente salvador (João 14:6), todos podemos vencer a morte, não a morte física (porque esta é para todos), mas a morte espiritual, que é a separação eterna de Deus.

Tudo isso Deus fez porque nos ama, e quer que estejamos com Ele e não separados dEle, para sempre.

“Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus.” (Romanos 3:23)

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” (João 3:16)

“Mas Ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.” (Isaias 53:5)

“Mas, a todos quantos O receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no Seu Nome.” (João 1:12)

“Por isso, também Deus O exaltou soberanamente, e Lhe deu um Nome que é sobre todo o nome.” (Filipenses 2:9)

Jesus, antes da cruz era o Filho Unigênito (único) de Deus, hoje Ele é o Filho Primogênito (primeiro) de Deus, pois, todos aqueles que O aceitam como salvador tornam-se também, assim como Ele, filhos de Deus.

Portanto, se depois da páscoa você está novamente sentindo um vazio dentro do peito, um vazio que não consegue explicar e muito menos preencher, lembre-se que Jesus Cristo foi crucificado, morreu, mas está vivo, porque venceu a morte e ressuscitou; tudo isso para que você pudesse mais uma vez ter parte com Deus, o Deus todo-poderoso, que criou a tudo e a todos, e que nos ama muito, a ponto de entregar o Seu Filho em sacrifício para que todos, por meio dEle, pudéssemos ter nossos pecados perdoados.

Somente Deus pode preencher o vazio que sentimos dentro do peito, porque este lugar que hoje está vazio é o lugar que pertence a Ele, e não pode ser preenchido por mais nada. Mesmo que tentemos preenche-los com outras coisas, se não o preenchermos com a presença de Deus, ele sempre voltará a estar vazio.

Portanto, procure a Deus, aceite Jesus como seu salvador, entregue a sua vida a Ele e peça para que Ele preencha este vazio, pois, somente Ele é capaz de fazer isso.

Que todos tenhamos uma excelente e abençoada semana.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s